RAYANE AMARAL CHEGA JUNTO AS GUARDIÃS DO MAR

Instituto Guardiãs do Mar e Águas tem como objetivo gerar o desenvolvimento social, esportivo e sustentável, disponibilizando a prática de esportes aquáticos em comunidades carentes pelo Brasil

Criada pela empreendedora Patrícia Almeida e a atleta Nicole Pacelli (atual campeã mundial de stand-up paddle), a organização não-governamental sem fins lucrativos Guardiãs do Mar e Águas reune – até o momento – um private grupo de atletas oceânicos com única finalidade: gerar o desenvolvimento social, esportivo e sustentável em prol dos jovens carentes.

O projeto procura incentivar a prática de esportes aquáticos, como o surf e o stand-up paddle, body board, body surf e outros além de almejar deixar um legado para o esporte no Brasil, melhorando o desempenho dos atletas que podem vir a representar o país em futuras competições internacionais. Isso, claro, além de divulgar e apontar novos rumos para a sustentabilidade esportiva no país.

Entre as ações que o Instituto visa focar é um circuito Indo Surf, com o objetivo de divulgar estes esportes em escolas públicas e privadas ao redor do país. Nicole Pacelli, co fundadora da ONG esta completamente focada em deixar um legado e exemplo para desenvolver os novos talentos.

Com a ação, e juntamente com a aproximação de associações e governos, o grupo pretende gerar novos talentos e criar novos atletas de alto rendimento na fase juvenil, além de ajudá-los na transição para o profissional. A ONG ainda não tem estrutura física, poreém conta com os maiores nomes do oceano e uma grande causa.

Entre as ações planejadas pela diretoria do projeto, estão os leilões de objetos dos atletas envolvidos, o desenvolvimento de produtos eco sustentáveis e linhas assinadas com foco na captação para viabilizar o projeto durante 24 meses.

Os membros participantes são:

• Angela Bauer – Longboarder Carioca
• Andrea Lopes, waterwoman e campeã mundial de surf;
• Alana Pacelli, big rider e apresentadora do programa Família Pacelli;
• Edilson Assunção, o Alemão de Maresias, waterman e surfista de ondas grandes, referência em segurança aquática;
• Fábio Aquino, o bodyboarder com as maiores realizações do esporte;
• Henrique Pistilli, maior representante do Body Surf no país;
• Rayane Amaral, Longboarder Profissional e Waterwoman
• Suelen Naraisa Campeã Brasileira de Surf , Gestora e Educadora Física responsável pela Ong e a já citada Co Fundadora Nicole Pacelli.

O projeto GDM irá passar por 10 cidades litorâneas, onde selecionará 10 crianças (de famílias em situação de risco ou vulnerabilidade social) de cada região para participarem de uma experiência com os atletas durante um final de semana, e apos isso trabalharão durante 24 meses na preparação de uma competição. Os vencedores serão eleitos representantes de cada uma das modalidades, que incluem: natação em águas abertas, surf, longboard, bodyboard, bodysurf, stand-up wave e stand-up paddle.

Completam o time o Dr. David Szpilman, da Sobrasa, que ministrará cursos preparatórios de salvamento aquático, a Neuropsicóloga Gislaine Gil, que fará a gestão de saúde do instituto, e a gestora física Suelen Naraisa e o CADES,  coordenarão o cronograma de atividades.

E é muito relevante citar que sem o apoio das marcas : SURF ALIVE, BRAZZOS, AMAZÔNIA, WETDREAMS, KPALOA, com suas doações de equipamentos, acessórios não seria possível viabilizar esta grande ação.

APOIEM AS GUARDIÃS DO MAR